segunda-feira, 27 de dezembro de 2010

Coisas esquesitas do nosso Natal, parte I

Na antevéspera de Natal o filhote passou a noite a vomitar. Coisa boa para quem ia sair de casa depois do almoço na própria da véspera de Natal e para temperaturas baixas sem vento que não enxugam roupa alguma que ainda por cima não está apta a ser seca na máquina.
Nessa famigerada noite, de 23 para 24 de Dezembro, não dormimos nada. Foram quatro ou cinco vómitos que equivaleram a um colchão, ao resguardo do colchão, a dois cobertores, aos lençóis, às almofadas, ao endredon, ao reguardo do endredon e a quatro ou cinco pijamas completamente vomitados.
Também houve tempo e espaço para vómitos no corredor e assim à uma da manhã do dia 24 estava eu a colocar o endredon na máquina para ser lavado e estendido quase às duas da manhã, o pai a lavar o chão e os dois a darem banho e a vestirem um filhote completamente vomitado.
Os vómitos continuaram noite fora, felizmente sempre sem febre, e às sete e meia da manhã do dia 24 estava eu já levantada para lavar e estender tudo o que tinha vomitado e que tinha sido lavado. Acabei a odisseia das lavagens, em plena véspera de Natal, quase às duas da tarde e quase na hora de rumarmos para casa dos meus pais perto de Lisboa...
E pronto, os vómitos passaram mas eu já estava passada e cansada em plena véspera de Natal. Valeu-me a minha mãe que teve todo o trabalho com a casa e as comidas...

Sem comentários: