terça-feira, 28 de dezembro de 2010

Independentemente de tudo

Independentemente de todas as variáveis e hipóteses, vale(rá) a pena?
Vale(rá) a pena tanto trabalho, tanto esforço, tanto 'sacrifício', tantas mudanças a tantos níveis, tantas alegrias, tantas desilusões, tantas contenções, tantas expansões, tantas certezas, tantas dúvidas, tantos passos à frente, tantos passos de lado e atrás?
"No fim", valerá mesmo a pena? Quando a resposta repentina e óbvia é sim e eu coloco tanto e tudo em tanta causa...
Valerá a pena...?
(foto da net)

4 comentários:

Elsa disse...

aí está uma boa pergunta....... :(

Luísa disse...

Querida amiga "tudo vale a pena, se a alma não é pequena". A tua alma é grande!
Muitos beijinhos

kombi disse...

tantas questões que temos ao longo da vida faz parte da nossa evolução....ainda á pouco tempo falava com uma das clientes que já temos á mtos anos, ela uma senhora de cerca 60 anos super elegante e moderna, um casal cheio de dinheiro com várias empresas mas mto simples falavamos as duas da vida e ela que se dedicou a vida toda á familia e andar de pais em pais disse:
" hoje arrependo me de uma coisa que não fiz por medo, tenho um filho e filha gemeos e por medo de repetir a proeza evitei outro filho, agora mudava esse aspecto da minha vida....",

penso que talvez por ter os filhos um nos EUA e a filha em espanha, locais que este casal tb tem casas.

por isso não hesites a tua decisão, que penso que nada tem a ver com o exemplo que dei, será a mais importante, boa sorte.

MakingMoney disse...

Como diria Fernando Pessoa... "tudo vale a pena se a alma não é pequena"