sexta-feira, 14 de janeiro de 2011

Considerações sobre o tamanho L

Já ando há uns tempos para escrever este post, não que seja importante a sua temática: considerações sobre o tamanho L nas roupas.
Quando por aqui refiro que uso o L ou que visto o 42 há quem fique admirado porque nas fotos que coloco estou ou pareço efectivamente magra, 'normal', tendo realmente perdido cerca de 25 quilos como por aqui fui relatando.
A grande diferença nos números e como assentam em cada uma de nós tem muito a ver também com os centímetros em altura, e não só em largura.
Conheço quem use o L e seja "cheiinha" e apesar de vestirmos o mesmo número, em mim esse L 'assenta' de forma completamente diferente e realmente pareço 'magra'.
É caso para dizer que cada pessoa é um caso, ou melhor, cada pessoa tem um corpo específico e era bom que não se tentasse sempre 'standartizar' ou seguirmo-nos pelos modelos e ideias pré concebidas relativamente à beleza, aos tamanhos e às formas corporais de cada um. O que numa pessoa aparenta uma coisa, noutra fica de forma diferente. E por isso há que pensar sempre nisso, no corpo e na estrutura que cada um tem e procurar o que nos favoreça.
Realmente há blusas em que uso o M mas, por exemplo, ainda que as calças da ginástica me estejam um pouco largas, se usasse o tamanho M, ficaria com as ditas acima do tornozelo o que só por si seria assim para o sem graça...

1 comentário:

Cris disse...

Tens toda a razão!

Eu, apesar de ser magra, também tenho peças L, porque algumas M são curtas ou ficam muito justas para o meu gosto e eu compro maiorzinho...

Beijocas.