terça-feira, 15 de fevereiro de 2011

Quando a casa dos meus pais vou jantar, é ver o meu peso a aumentar...

Ora aqui está mais um provérbio sobre o meu peso, inventado por mim, e por causa disso acho que vou começar a criação de provérbios sobre o meu peso. Este é o número dois, o primeiro dizia que "Confirma-se: comer muito e não mexer, é ver-me a encher..." e são os dois 'verdadinhas'..
É que neste fim-de-semana fomos a Lisboa e já sei que nestes dias como sempre mais do que o costume e a 'agravante' é que venho de lá carregadinha com belos manjares feitos pela minha mãe, e como sabe bem a comida da mamã, ainda que o meu marido ache e diga sempre que eu cozinho melhor mas pronto isso dava outro post, para eu não ter trabalho, diz ela e eu agradeço mas a minha linha é que não...
Pesei-me hoje no ginásio e eis que desde a análise mensal no início deste mês que engordei... 1,100 Kg! Em mim nem se nota, tenho essa noção, e pela primeira vez pensei: mas que se lixe! Até porque faço exercicío quatro ou cinco vezes por semana, quando não é mais, como moderadamente e ainda que tenha engordado, estou nos X5,5 ou seja, estou dentro do parâmetro que estabeleci para ser o meu peso 'ideal' que foi entre X4,0 e X6,0 portanto não há problema algum neste quilo e cem gramas...

Sem comentários: