quarta-feira, 6 de abril de 2011

Fim de tarde quase perfeito

Ontem o fim de tarde teria sido perfeito não fosse a minha neura assolapada que insistiu em não me deixar... Fomos todos para o  parque, a mãe foi correr e o pai e o filho foram jogar à bola. A amiga canina ficou dividida entre correr atrás da bola ou correr atrás da dona e por momentos ficou como que "perdida" e a meio do caminho...
Na verdade acho que o pai e o filho gastaram muito mais calorias do que a mãe nas suas correrias atrás da bola. É que a mãe, não sei se por causa do calor repentino, da falta de ar fresco e de vento, custou-lhe horrores correr pelo que andou depressa quase o tempo todo e correu muito pouco. As pernas pesavam, a respiração estava pesada, a garganta rouca, tosse à mistura e ainda assim foram seis quilómetros sem parar...
Por fim o Sol começou a pôr-se e eu pensei que se fosse atrás dele dava de caras com o mar mas ao invés disso, tirei-lhe esta foto com o telemóvel e continuei chata, irritante e irritável. Soa-me a TPM, é cá uma desconfiança minha...
De qualquer forma, uma questão assola-me a mente: como é possível que o filhote com apenas 4 anos jogue à bola durante mais de uma hora, depois de um dia em que brincou na creche e em que teve actividades físicas? Como é possível não estar cansado?! Como é possível não ter "caído para o lado" depois do banho...?
Enfim... Às vezes gerir as minhas corridas com o tempo que estou e em que brinco com o meu filho não é fácil, não é mesmo nada fácil...

1 comentário:

Carla Isabel disse...

Ontem a mim deu-me uma preguiça/neura e nao fui correr...shame on me!

Bjs