quarta-feira, 11 de maio de 2011

Ia ficando com os cabelos em pé e a deitar fumo pelas orelhas

Hoje de manhã aconteceu-me algo completamente parvo e perigoso. Estava eu muito bem a auto infligir um super 'brushing' para ficar com o cabelo mais airoso e volumoso, quando, não sei bem como, deixo cair o secador em cheio para dentro da sanita!
Sanita essa cheia de água e eis que o secador começa a vibrar, a deitar fumo e luzinhas cor-de-laranja e a fazer sons tais como batatas a fritarem...
Por segundos pensei e acho que pensei bem. Desliguei o quadro e fui então retirar o secador de dentro da sanita e desligá-lo da tomada...
Bolas, mas que susto, que fumo, que cheiro a queimado! Que destrambelhada ando eu com as minhas mãos que deixam cair tudo. Em menos duma semana já deixei cair (e parti) a fruteira (de vidro), um prato, coisas diversas para o chão, parte dum chá quase a ferver para cima do meu enteado porque a caneca me escorregou das mãos e ele estava sentado por baixo do "percurso" e agora isto!
Ainda bem, salvo seja, que existem muitos filmes em que as pessoas sofrem acidentes com secadores na banheira. Isso está-me na tola e foi por isso que nem pensei em pegar no secador imerso na água da sanita ou na ficha que o ligava, bolas!!!
Será que tenho algum problema nas mãozinhas... Mas que coisa!

3 comentários:

Lagoa Verdusca disse...

A isso chamo: "A Revolta dos Objectos"!

Acho que acontece a toda a gente. Há fases em que tudo nos escapa das mãos, escorrega, cai, sei lá!

Felizmente não aconteceu nada de grave!

Um beijinho!

(Adoro ler-te, páh!

Isabel disse...

Puxa, grande susto!

Beijinhos!

mamã da princesa disse...

Isso é que tem sido maré de azar ou como diria a minha mãe "mãos de domingo"!(quando tudo nos cai das mãos).
Muito bem!
Acredita que eu não sei se teria a lucidez de desligar o quadro e só depois tirar o secador... depende do que me ocorre-se no momento, mas esse devia ser o ultimo pensamento.

Sai um secador novinho para a amiga Algures...

Beijinhos grandes