quarta-feira, 25 de maio de 2011

Uma mãe a perder 'argumentos'...

Uma mãe que come e é consumidora de pastilhas, sem açúcar.
Uma mãe que desde bebé que evitou, evita e evitava chupa-chupas, gomas e, principalmente, pastilhas mas... eles estão em todo o lado e depressa começaram a ser consumidos pelo filhote à excepção das pastilhas.
As pastilhas foram sendo dadas em segredo pelos avós e, algumas vezes, pelo pai. De todas as vezes que o filhote me pediu pastilhas foram sempre mas sempre recusadas e foi preciso chegar aos 4 anos e quase 7 meses para me 'resignar', para estar cansada e baixar as armas e deixar o filhote comer das suas próprias pastilhas sem açúcar.
Tudo começou porque tenho um filho muito coscuvilheiro e ao mexer na minha mala vislumbrou as minhas pastilhas de morango, pega nelas, olha para mim com o ar mais maroto e sedutor do mundo e pergunta como quem não quer a coisa: "Posso provar as tuas pastilhas mãe, posso...?". E eu cansada e estourada assenti... Enquanto mascava diz que o sabor acabou. "E agora mãe, posso provar das verdes, posso mãe?". Sim (que remédio), pensei eu...
E lá foi ele andar na bicicleta a mascar uma pastilha. Fiquei pensativa em várias vertentes. A da mãe resignada. A de que não há nada como ser mãe para não ser fundamentalista, a da mãe que está a ver o seu filho crescer e que sabe comer pastilhas sem se engasgar e as engolir. A da mãe que deixava o filho comer gomas gordurentas e cheias de açúcar mas não deixava comer pastilhas sem açúcar...
Senti isto quase como daqui a uns anos e como se o meu filho tivesse começado a fumar às escondidas (cruzes canhoto) e eu agora permitisse que o fizesse à minha frente...
Enfim... mais um passo na aprendizagem da maternidade, mais um passo no crescimento do filhote...

4 comentários:

Cris disse...

Por cá ainda não as descobriu.

Não é muito dada a essas coisas, mas lá vai pedindo um chupa ou um rebuçado à avó.

Por vezes a educadora também lhe dá.

Eu também tenho uma carteirinha de pastilhas na carteira, mas de menta que são as que gosto mais :-)

Beijoca.

Rachel disse...

A minha adora pastilhas, o que vale é que o sabor acaba rápido e acaba por deitar fora.

Mas sei que na escola dão chupa-chupas quando existe alguma data especial.

Eu para evitar de lhe dar compro umas de Mentol bem picantes, ela já não gosta. MAs a minha sogra sempre que a vê dá-lhe um pacote das de Morango! Vou fazer o quê?!?!

Espero que com cigarros a coisa seja bem diferente... medo!

Bjs

Anónimo disse...

Hello foi a 1ª vez que li a tua página e gostei imenso!Bom Projecto!
Cumps

Carla Isabel disse...

A mimi ainda nao experimentou...vamos ver até quando!;)

Bjs