sexta-feira, 12 de agosto de 2011

Ironias do destino

Não comprar um cinto porque me fica demasiado largo e não tem buracos suficientes para apertar na cintura...
Durante imensos anos aconteceu o inverso: não comprava cintos porque não eram suficientemente largos para mim e não me serviam e eu nem sequer era obesa, era uma pessoa com excesso de peso, uma pessoa 'grande' mas sem ser 'verdadeiramente' gorda...

Sem comentários: