sexta-feira, 30 de setembro de 2011

Às vezes não vale a pena desesperar

Porque, quando tudo parece estar no limite e que o caos se vai instalar, surge uma pequena luz que dá esperança e em que tudo acaba por se resolver...
Depois do quase desespero vem a calmia ou pelo menos parte fica com uma resolução muito menos 'penosa' do que se imaginava...
E a vida é isto mesmo...

(foto da net)

Sem comentários: