terça-feira, 27 de setembro de 2011

A fazer recortes a uma hora pouco provável

Ontem tive que começar a rir...
Dez da noite.
Pijama vestido.
Chichi feito.
Leite tomado.
Tudo a postos para se ler a estória antes de dormir.
De repente, sem darmos conta, o filhote levanta-se, pega na sua tesoura, e começa a cortar um cartão qualquer com muito jeitinho.
Primeiro ia 'ralhar' mas depois deu-me vontade de rir ao ver o seu corpo todo dedicado e cheio de cuidados ao cortar o cartão para dentro do caixote do lixo... Pensei que horas eram aquelas para uma criança ficar tão entusiasmada por estar a fazer recortes...


1 comentário:

Carla disse...

E lá há horas para eles???? :)