sábado, 15 de outubro de 2011

Como por enquanto ainda não se paga para andar de bicicleta...

Depois de muito cozinhar, de muita roupa lavar e estender, de levar e assistir às aulinhas de futebol do filhote, de organizar uma série de coisas em casa, de ajudar o filhote nos seus TPCs (sim, é verdade, por ser o ano anterior ao 1.º Ciclo, o filhote traz trabalhos de casa às sextas-feiras, nada de muito 'intenso' mas traz como forma de preparação para a Escola a sério...), mudei de fatiota e fui pedalar.
Há que aproveitar enquanto é de graça pedalar por esses caminhos fora e enquanto há Sol e temperaturas amenas... Vai daí que hoje foi pedalar até quase o Sol se pirar... 
Mas foram poucos quilómetros (apenas 17), não sei porquê mas não estava com muitas forças, talvez devido ao esforço mais intenso que fiz ontem no ginásio...
Ao pedalar sozinha no meio da natureza, e de forma isolada, avistei aves que levantaram voo apenas porque me aproximei. Perco-me nos meus pensamentos e estes momentos de solidão, ao som do vento, da minha respiração e das rodas no asfalto têm um efeito relaxante que não consigo explicar... A sensação de pegar na bicicleta e apenas 'ir' é algo que me sabe imensamente bem...
Dei por mim a pensar também porque não havia mais gente a caminhar ou a pedalar por aqueles caminhos tão agradáveis, inspiradores e apaziguantes numa tarde quente e reconfortante...
É uma pena que tais caminhos e paisagens não sejam mais 'utilizados' até porque, por este andar, qualquer dia também temos que pagar um imposto qualquer para circular de bicicleta e para passar em certos sítios...

2 comentários:

akombi disse...

mas olha que tens mesmo que pagar, há multa para quem ande com veiculos de rodas, sejam eles a motor ou não, em locais de áreas protegidas mesmo havendo trilhos...por aqui até há vários locais desses e que os ciclitas e não só se aventuram a multas que podem ir dos 250€ aos 2500€.....pelo que entendo quanto mais perto da praia maior é sanção.

tb acho que não deve de haver propaganda a locais como descreves, já imaginaste que se calhar perdes te nessas paisagens por ter pouca "mão" do Homem....apesar de achar que se circular nos trilhos já existentes não há probleme atá ajuda para que em caso de incêndio esses trilhos continuem a ser acessiveis e não cheios de vegetação que prejudiquem o acesso.

aproveita esses bons momentos, não tarda a hora muda e o frio deve de chegar.Boa semana.

akombi disse...

ups já me esquecia, gostei da nova imagem do blog (¨,)