quinta-feira, 13 de outubro de 2011

Tipo a casa de espelhos da "falecida" Feira Popular em Lisboa...

Às vezes criamos uma imagem semi 'distorcida' de nós mesmos. Assumo que isto por vezes se passa comigo relativamente ao meu corpo, ao meu peso, à perda de peso, à minha figura: a atual e a passada...
Sempre achei, mesmo depois de ter perdido tantos quilos, que o meu rabo e a minha anca são e continuam compostos até porque foram a última 'parte' a emagrecer...
Já a barriga e a zona abdominal foram o que mais depressa voltou ao lugar e hoje tive como que um 'click' muito tótó e tipo caí em mim no ginásio (caí em mim, não caí literalmente...) quando fazia exercicíos em cima da bola, parecidos com os das fotografias, em frente a um espelho.
Levantei a cabeça por segundos e ao ver o meu corpo esticado, em cima da bola, e vejo (finalmente) um corpo magro, uma barriga lisa, com os ossos da bacia (acho eu...) salientes e sem qualquer gordura entre o pescoço e a barriga...
Que grande pirosice, pensarão alguns, e eu até vos dou razão, mas o facto é que até agora é como se não tivesse a noção pura e dura daquilo em que o meu corpo se transformou...  
Quando o meu pescoço se levantou e o meu olhar vislumbrou o meu corpo suspenso em cima da bola, achei que estava realmente magra e magrinha, e que, por vezes, era (sou) parva e parvinha por achar que ainda não estou bem...
Vejo agora que tenho o corpo e a resistência física que tenho com muito esforço, trabalho, força e disciplina porque eu sou daquelas pessoas que se um dia parar de fazer exercicío físico, rapidamente começo a engordar...

(foto da net)

(foto da net)

1 comentário:

Ália disse...

Não te acho pirosa. Nunca fui gordinha mas houve uma altura em que pesei 52/53 kg, num 1,60 com estrutura pequena pois tenho os ombros estreitos.
Revi a minha alimentação e passei para os 48,5kg. Sinto-me bem mas às xs tenho esse tipo de "nóias".
Beijinhos