quinta-feira, 29 de dezembro de 2011

Dez anos... é muito tempo...

Por estes dias fui levar uma vacina, daquelas que a partir de certa idade só se levam de dez em dez anos...
Quando levei a dose 'passada' estávamos no ano de 2001 e na altura a enfermeira brincou e disse que dali a dez anos, quando levasse nova dose, em 2011, já traria filhos pela mão. Na altura não estava nem aí para estas conversas sobre a maternidade porque não pensava ter filhos nem ligava muito ao facto de poder vir a ser mãe...
A verdade é que dez anos passaram num ápice e dez anos volvidos, confirmou-se que ao levar nova dose da vacina teria filhos nos braços, no caso um filho com 5 anos...
Estes dez anos passaram tão depressa que o meu olhar ficou fixo no livro de vacinas quando a enfermeira assinalou a lápis "2021" para não me esquecer da data da próxima vacina...
Meu Deus, em 2021 terei quase 50 anos... Não sei ou imagino como será a minha vida. Serei mãe dum adolescente de 15 anos e quanto ao resto tento não pensar muito...
É que antes eu não ligava nada às idades mas agora ando um pouco "assustada" com o envelhecer... Penso muito nisto principalmente desde que emagreci e desde que faço este desporto todo... Conseguirei eu manter a boa forma durante muitos anos mesmo sabendo que o corpo é uma máquina que vai perdendo capacidades com o passar do tempo...
Conseguirei eu 'encaixar' que se calhar deixarei de conseguir pedalar frenéticamente como o faço hoje em dia...
Daqui a dez anos quando for levar a vacina estarei eu ainda a morar pelo Oeste? É que há dez anos atrás morava no sítio onde sempre vivi e não me passava pela cabeça que um dia não iria morar lá, no sítio que me viu nascer, crescer e ter a minha vida...
Talvez o melhor seja não pensar em nada... Até porque a vacina deixou-me parte do braço inchado e 'dorido'...
:|

Sem comentários: