quinta-feira, 22 de março de 2012

Fartei-me de dançar no Cycling...


Ontem a aula de Cycling foi realmente muito boa. Desde a música, ao ritmo, à intensidade, passando por mim mesma a puxar por mim própria, correu muito bem...
Não consigo explicar o prazer que aquilo me dá, principalmente quando sinto que me estou a esforçar mais, a sair da minha zona de conforto e a conseguir acompanhar o ritmo...
E realmente ontem o gozo era tanto que às tantas senti-me quase a dançar enquanto pedalava. Senti-me a esvoaçar enquanto a bicicleta tinha a carga (muito) pesada e eu acompanhava o ritmo da música de que estava realmente a gostar... E por momentos senti-me leve e a espairecer enquanto dava aos pedais e depois lembrei-me do comentário do professor noutra aula a dizer que eu estava sempre no ritmo e em que duvidei de mim mesma e, em parte, do que ele estava a dizer...
Ontem, ali, naquele momento e naquele grau de esforço e naquele ritmo, tive a certeza de que pedalava ao ritmo 'certo' enquanto o suor escorria pela minha cabeça e cara abaixo, pelos braços, pelo peito e pela barriga, pelas costas e por todo lado.
Na aula de ontem, pela primeira vez acabei a água que tinha comigo. Até aqui sobrava sempre água na garrafa mas ontem não, ontem bebi tudo e ainda beberia mais água se a tivesse... Tenho que passar a levar garrafas maiores porque meio litro de água não chega para um exercicío físico tão intenso que é antecedido, ainda por cima, duns vinte minutos na passadeira e de mais uns tantos a fazer abdominais e pranchas...

(imagem da net)

1 comentário:

Vera, a Loira disse...

Um dos meus professores de cicling diz que uma aula de cicling qualquer um pode fazer, mas só os bons a podem viver. Só os que estão lá por paixão, porque a paixão supera sempre o sacrificio.