segunda-feira, 28 de maio de 2012

Dói-te o corpo, algum músculo, any músculo at all?...

Pois, assim de repente, e por muito parvo e insignificante que possa parecer, tenho uma moínha num... dedo do pé...
Esta moínha fez com que hoje usasse sandálias de pé de fora e sem meias pela primeira vez nesta Primavera...
Mas voltando ao dedo do pé...
A unha do pé já não estava 100% bem e no fim-de-semana, na maratona de BTT a que fui, suponho que dei um jeito qualquer que agravou a unha e o dedo do pé... A maratona foi muito dura e difícil apesar de ter menos quilómetros do que têm habitualmente as maratonas de BTT.
Mas pronto, eu vim aqui falar de dores no corpo e não (ainda) propriamente da maratona.
Na verdade, não me sinto cansada, nem moída, nem tenho dores de espécie alguma pelo meu corpo fora, entenda-se pernas, nádegas, braços, pescoço e afins.
Nadica de nada.
E é por isso que tirando a leve dor num dos dedos do pé, e que ontem estas dores eram tão insuportáveis que me levaram a mim, que detesto ir ao médico, recorrer às urgências hospitalares e em que devia ter escrito na testa: "participei numa prova ao ar livre" porque no 'guichet', em que só me viam da cintura para cima, perguntaram logo se o que eu tinha se devia a alguma queda ou por causa dalgum desporto (a não ser que o senhor do guichet das urgências também estivesse na prova ou então por causa da marca do bronzeado dos óculos escuros que tenho na cara...), estou com vontade de ir fazer uma bela aula de cycling agora ao fim do dia...
Também tenho nódoas negras grandes numa das pernas e arranhões num braço e é por isso que só quero mesmo ir fazer a aula, nada de corridas na passadeira nem de abdominais em que se veêm as minhas pernas cheias de mazelas e um bronzeado duvidoso quando se têm blusas de alsas vestidas...
Não sei se é prudente que no dia a seguir a uma maratona se faça uma aula de cycling mas está a apetecer-me e acho que isso é um sinal de que 'posso' ir. Se me sentisse dorida e cansada, obviamente que não pensaria nisso...

1 comentário:

Vera, a Loira disse...

Eu vou sempre ao cicling depois das maratonas, a não ser que esteja mesmo muito cansada. Por vezes ponho menos um pouco de carga, para relaxar mais os músculos, dizem os especialistas (ou não) que faz bem.