segunda-feira, 21 de maio de 2012

Leitor de pensamentos ou de sentimentos

Hoje quando acordou as primeiras palavras que o filhote me disse foi perguntar quando é que íamos a casa dos avós.
E no meio duma manhã agitada e atrasada fiquei de repente a olhar o filhote e a pensar que mais parecia que ele me lia a mente ou os sentimentos porque, na verdade, também sinto muito a falta dos meus pais...
Disse-lhe que não tardava nada e que eles vinham à nossa casa mas o filhote amuou porque queria ir hoje mesmo a casa dos avós.
Quem me dera que fosse assim tão fácil... Isso era possível quando todos morávamos próximos, antes de nos mudarmos para o Oeste...
Agora, e assim de repente, não dá para no fim da tarde, regressados do trabalho e da creche irmos a casa dos avós ou vice versa e tem fases e momentos em que isso me custa mesmo muito.
São fases e neste momento sinto a falta dos meus pais por perto...
Ainda assim a manhã foi quase caótica com atrasos, mudas de roupa diversos, 'exigências' do filhote, carregamento de sacos, saquinhos e mochilas e correrias apressadas...
Não gosto nada de começar o dia e a semana em stress mas a verdade é que saí de casa a transpirar tal foi o atraso, a correria e os 'nervos' com coisas do filhote que por vezes me faz ficar com os cabelos em pé logo de manhã...
:|

Sem comentários: