quinta-feira, 28 de junho de 2012

Dos pés à cabeça...

Durante a aula em que mais alongo e me 'estico', em que equilibro e por vezes ainda me desiquilibro, em que o corpo está mais 'exposto' pela natureza dos exercicíos e em que mais me olho ao espelho, constato que realmente estou com um bronzeado deveras estranho.
Entre os punhos e parte do braço estou semi dourada, tendo as mãos brancas, e entre os joelhos e os tornozelos tenho uma leve cor.
E numa aula em que estamos mais 'visíveis' e descalços, 'verifico' que realmente também tenho os pés brancos que contrastam com a leve cor das pernas...
Por tudo isto pergunto-me se estou "esquesita" mas já nem quero saber porque se este é o 'preço' por andar (tanto) de bicicleta, não me importo nada...
Não trabalho na televisão nem faço da aparência um modo de vida, portanto, como não aguento o calor pouco me importa se não é "bonito" estar de alsas e de cavas a fazer exercicío e ter 'marcas de bronzeado' diferentes do habitual...
Bom mesmo é também conseguir ter mais flexibilidade a cada semana que passa...
Sei e sinto que ainda não sinto os exercicíos como relaxantes e importantes para a mente.
Sinto que ainda estou na fase "física" mas suponho que um dia chegarei à parte mental em que não virei embora a correr da aula antes do relaxamento final porque... me deixa angustiada refletir e pensar na vida, ainda que por apenas três ou quatro minutos...

(imagem da net)


Sem comentários: