segunda-feira, 16 de julho de 2012

Estarei possuída...

É que ontem fui a uma maratona de BTT duríssima nos caminhos, no percurso, ou seja, foi difícil física e psicológicamente.
Durante o seu percurso senti-me 'desgastada' principalmente do ponto de vista psicológico porque, uma vez mais, tive uma queda e escorreguei várias vezes. Foi notório que estava cheia de medos, quase como se fosse uma principiante, por causa da valente queda que dei na semana passada... A cada descida a que me aproximava começavam os bloqueios mentais com medo de me estatelar novamente no chão e isto fez com que abrandasse muito mais do que é costume...
Para além disso, a bicicleta também não estava a 100% e por vezes falhava-me e se na primeira hora eu ia bem à frente, com a queda que tive entretanto para cima dum arbusto desanimei e abrandei... Lá está a parte psicológica a funcionar (no caso, mal...).
De repente pensei em toda a minha vida à volta da bicicleta e mentalmente dizia de mim para mim que a bicicleta tinha acabado. Que me ia dedicar a outras coisas. Que não ia colocar mais fotos no facebook nem falar da bicicleta no blog. Que isto e aquilo...
E escusado será dizer que afinal não se passou, nem passa nada do que pensei... Suponho que este 'desgaste' durante a prova também tivesse a ver com o elevado número de maratonas de BTT a que fui nos últimos meses, afinal, não sou atleta, nunca fui, e faço tudo isto apenas por gosto, por paixão... Desde maio até agora participei em seis maratonas... Ora, seis maratonas em três meses dá uma média de duas por mês, muitas delas em fins de semana seguidos e eu sou uma "zé ninguém" do BTT, não tenho tempo para treinar muito nem tomo "coisas" para melhorar as 'performances' e tal...
E pronto.
Ainda assim adorei a maratona, ia tendo apoio pelo caminho, palavras de incentivo que sabem sempre bem e que animam e no fim, já fartinha e deserta de terminar a prova, ainda tive que fazer um percurso com uns 3 quilómetros extra ao que era suposto...
E assim foram 43 quilómetros duríssimos que me fizeram terminar a prova completamente encharcada em suor porque se de manhã estava vento e frio, fui com uma camisola de Inverno a pedalar e no fim estava mesmo muito calor e só aí a tirei e fiquei de alsas.
Por outro lado foi bom porque não fiquei com escaldões na pele nem acentuei mais o meu bronzeado esquesito nos braços mas tenho as pernas completamente marcadas, por causa dos calções, com uma espécie de escaldão e cheia de nódoas negras, para 'variar'...
Isto é muito 'engraçado' porque se durante a prova estava completamente desgastada, no final fica aquela sensação espetacular de "eu consegui" ou "está feita" ou "não desisti" ou "que bem que me sabe esta adrenalina toda...".
E no dia a seguir, ou seja, hoje, e daí o título deste post, sinto-me completamente cheia de energia!!! E trouxe comigo o saco do ginásio caso me 'apeteça' lá ir à hora de almoço... Com a 'pica' com que me sinto está-se mesmo a ver que lá devo ir... É que não tenho dores no corpo, nem na alma...
Pensei que ía estar mais desgastada mas afinal estou para aqui com energia para dar e vender...!!!
Para além disto, o filhote ficou em casa com os avós. Os meus pais vieram cá passar uns dias e eu estou de coração e alma cheios...

5 comentários:

Cristina disse...

Engraçado, penso que ontem na Serra do Bouro havia uma prova de BTT. Ainda pensei se estarias a participar.
Boa semana.

Elisabete Cruz disse...

Deixa lá...olha eu ontem andei 42km com uns colegas na ecopista e quando só tinha andado uns 100m e pumba e vai disto...e vou eu para o chão...bem um joelho e cotevelo não se livrou de uma boa esmorradela e nodoa negra mas na altura nem vi poruq tinha calça e camisola...o que me valeu foi o capacete porque se não tinha sido grave...levantei-me e ai vai disto 42km na maior :O) e só tenho a dizer uma coisa...estou adorar.

Beijijinhos
Elisabete Cruz
http://tralhasepanelas.blogspot.pt/

Corre como uma menina disse...

São fases, tens participado em muitas maratonas e é normal que te sintas desgastada de vez em quando. Mesmo quando se gosta muito de uma coisa, nem sempre apetece fazê-la a toda a hora! (Isto agora soou um bocadinho mal! lol)

Ia dizer que agora vais ter o Agosto, geralmente mais parco em eventos, para te reenergizares (não sei se existe esta palavra!) mas, pelos vistos, já estás novamente cheia de adrenalina!

Beijinhos**

Maria Sem Frio Nem Casa disse...

Pois...Parece que é assim, quando é paixão que nos move, se há momentos de desgaste e cansaço (físico e mental) logo noutros estamos finos e prontos para outra!

Desde que o faças sempre com prazer, e tires da actividade prazer e energia para todas as restantes actividades da tua via, só tens uma coisa a fazer: continuar1

Beijinho e boa semana

Algures no Oeste disse...

CRISTINA: E estava mesmo, a prova passava na Serra do Bouro :D
Beijinhos!