terça-feira, 24 de julho de 2012

Talvez esteja mesmo a precisar de férias...

Mas a verdade é que me sinto cansada e 'saturada' em todos os aspetos...
Falta a paciência e lá vem a impaciência dumas férias que nunca mais chegam e dum filhote que todos os dias pergunta quando é que estamos de férias...
A juntar a estes pensamentos ocorre o 'stress' de concluir a matrícula do filhote, a compra de livros, a inscrição nos tempos livres e o próprio 'stress' da logística das férias.
Pelo Oeste tem estado fresco e por isso ainda nem fomos à praia ao contrário do filhote que já foi com a Creche mas eu ainda não molhei um pé no mar e isso custa-me porque adoro praia e o mar e a bicicleta entrou de mansinho na minha vida mas a verdade é que acaba por tomar imenso do tempo que eu poderia gastar a molhar os pézinhos na água, mesmo sem fazer praia no verdadeiro sentido do termo.
Vai daí que ando mesmo muito embirrenta e embirrante e depois parece que tudo acontece.
Ontem, depois duma 'ressaca' dum fim-de-semana sem bicicleta, aí vou eu toda contente pedalar ao fim da tarde...
Pois, pois... Ao fim de 12 quilómetros dou conta que me tinha acontecido algo que nunca me tinha acontecido: um dos pneus estava furado e eu só tinha uma bomba comigo, nada de apetrechos para resolução deste tipo de problemas porque nunca me tinham acontecido...
Fiquei logo furibunda e pensei que se não é do "c*" é das calças, ora são avarias, ora são quedas e agora um pneu furado!
Toca de ligar ao pai lá de casa e lá veio ele com o filhote buscarem-me a mim e à bicicleta...
:|
Enquanto esperava, transpirada e com frio por causa do vento fresco que estava junto ao mar, dei por mim a pensar se isto era um 'sinal' ou uma 'macumba' do género deixa lá a bicicleta, deixa-te disso pá, tens idade para ter juízo, dedica-te mas é aos cozinhados, esquece a bicicleta!!!
...
Hoje fui ao ginásio à hora de almoço e estive na passadeira quase meia hora, corri apenas dez minutos e depois fui para a aula de Cycling e, caramba, senti-me cansada...
Escorria suor por todos os lados e talvez tenha colocado carga a mais na bicicleta, não sei, mas a verdade é que se no início pedalava muito depressa e ao ritmo da música, passados uns quinze minutos sentia-me quase de rastos o que não é normal em mim...
Comecei por pensar se seria da gazeta que fiz ao ginásio na semana passada, tendo ido apenas duas vezes, mas não fiquei parada à excepção do fim de semana. Não fui ao ginásio mas fui pedalar e de forma intensa ainda por cima...
Não gostei nada de me sentir cansada e de entretanto não estar a acompanhar o ritmo da música mas foi inevitavelmente mais forte do que eu...
Talvez esteja mesmo a precisar de férias ou duma pausa ou de deixar de falar tanto na bicicleta e encarar tudo com 'naturalidade' e sem 'stresses' ou então devia fazer as carradas de análises que o médico me mandou fazer mais uma ecografia e uma mamografia e eu nunca mais liguei e não fiz nada...
Estou tão fartinha de tudo que de manhã só me apetece é enroscar e ficar deitada a dormir...

3 comentários:

Elisabete Cruz disse...

Sim, é verdade o cansaço dp trabalho deve já estar a pedir umas férias...calma...olha sabes que mais, quem hoje vai andar de bike sou eu :o) e devo ir andar uns 20km +- pois não dá para mais.

E acho que deves fazer os exames e análises que médico mandou...é apenas rotina.

Beijinhos
Elisabete Cruz
http://tralhasepanelas.blogspot.pt/

Vera, a Loira disse...

Deixar a bicicleta? Compra é uma câmara com gel que normalmente resulta, a não ser que o furo seja grande, senão o gel tapa o furo e só tens que encher o pneu.

Algures no Oeste disse...

VERA: É isso que tenho e na verdade, um dia depois, constatou-se que afinal não era um furo, o pneu esvaziou e "pronto" :-(
Mas tens razão, deixar é impossível :D
Beijos.