quarta-feira, 5 de setembro de 2012

O que custa realmente é (re)iniciar...

Realmente, lá fui eu "a medo" à hora de almoço, com um calorão imenso, e algo expectante, quase como se fosse a primeira vez que iria para um ginásio...
Mas afinal fiz bem em ir porque me soube muito bem. Afinal parece que o meu corpo estava a precisar doutro tipo de exercicíos e por isso aproveitei tudo ao máximo e transpirei que nem um cavalo...
Estive 20 minutos na passadeira, 15 minutos na 'wave' (aqui já escorria...) e depois fiz mais 20 minutos duma aula de localizada. Como tive que sair antes do final da aula não cheguei a fazer abdominais mas tudo o resto me fez transpirar e entregar o corpo a outros ritmos semi dançantes e dos quais gosto muito...
E eu gostei de gostar de voltar a este frenesim à hora de almoço.
Cheguei ao trabalho com o previsto ar esgazeado mas a sentir-me muito melhor...
É uma pena quando se deixa algo de que se gosta e que nos faz bem à saúde e à alma só por comodismo ou porque não apetece ou porque se perdeu o ritmo ou a rotina...
Estamos sempre a tempo de voltar, de recomeçar, de reaprender...
Desistir é que nunca mas nunca...
 

2 comentários:

Elsa disse...

Agosto é o mês oficial de desgraça :( não há quase ninguém, o pessoal que há tá moooole, não apetece nada, é mesmo preciso ter força mental para ultrapassar este mês (mesmo sem estar de férias)!

Rachel disse...

Tens toda a razão.
Eu também tenho que voltar ao exercício físico, agora que perdi peso acho que ainda tenha a barriga mais feia que antigamente, é só pele pendurada!