quarta-feira, 17 de outubro de 2012

Será possível andar em dois ginásios ao mesmo tempo...?

Como se isto fosse uma pergunta do diário de Maria ou uma dúvida na capa duma revista, "é possível amar duas pessoas ao mesmo tempo?", só que neste caso seria uma dúvida não do coração mas sim do físico, do desporto, por estranho que possa parecer.
E não, antes de mais, não me tornei dondoca nem me saíu o euromilhões. Não passei a ter mais tempo livre nem dinheiro a mais para esbanjar em ginásios por aí.
É mesmo daquelas coisas que "calham" e que nos proporcionam e que nos deixam assim com dúvidas...
Este "segundo" ginásio custa menos da metade da metade da metade da metade da mensalidade do ginásio onde ando. É próximo de casa, o maridão anda lá, mas... e há sempre um mas em tantas vantagens, é algo mais familiar, não tem aulas nem professores, nem todos os equipamentos do mundo...
Contudo, tem o que mais me interessa: bicicletas de cycling e por isso ontem decidi ir com o maridão experimentar algo diferente: treinar cycling sozinha, algo que não sabia se seria capaz... E... fui... E fiz 50 minutos de cycling ao ritmo das músicas, o suor escorria-me pela cara e na verdade, ainda que não fosse a mesma coisa do que ter um professor a puxar por nós, também não correu mal de todo porque consegui disciplinar-me e estar na bicicleta a fazer diversos exercicíos...
Lembrei-me logo do suposto 'convite' que me tinham feito para dar uma espécie de aulas de cycling naquele mesmo sítio...
Passados 50 minutos a pedalar, fui fazer abdominais, pranchas, exercicíos para os braços e, por fim, os alongamentos...
Em suma, gostei, e depois deu para ir a pé para casa e senti-me muito mais calma e tranquila por estar ao pé do filhote, do maridão e de casa...
Agora estou para aqui cheia de dúvidas porque ando um pouco farta das correrias de hora de almoço sem nunca conseguir fazer as aulas inteiras, também não tenho vontade de ir para casa ao fim do dia, depois do trabalho, e ter que voltar a pegar no carro para ir para o ginásio, e também por causa do preço...
É claro que eu não seria o que sou hoje sem ter passado um ano no ginásio e sem ter aprendido imensas coisas mas agora não sei se fique ou se saia... Também estou habituada a esta rotina à hora de almoço e parece que me custa deixar de fazer exercicío neste espaço de tempo mas entretanto descobri outros ginásios bem mais baratos, ou seja, a mensalidade desses ginásios mais a deste onde fui, até fica mais barata do que a mensalidade do ginásio onde ando...
Entretanto hei-de resolver alguma coisa...

Sem comentários: