quinta-feira, 1 de novembro de 2012

Pão por Deus, lá foi o filhote...

À semelhança dos anos anteriores, aqui pelo Oeste neste dia pede-se o Pão por Deus.
É uma tradição que entrou nas nossas vidas com a mudança para o Oeste há três anos atrás porque quando morávamos perto de Lisboa, não "tínhamos" esta tradição, as crianças não iam pedir nada à casa de ninguém, e nem eu nem o pai cá de casa crescemos com esta tradição.
Vai daí que hoje de manhã lá foi o filhote com um saco na mão e inserido num grupo de cerca de dez crianças, "guiadas" por uma adulta, bater às portas e aos quintais a pedir o Pão por Deus.
O filhote chegou a casa com um saco cheio de guloseimas e algumas castanhas.
É claro que também vieram crianças bater-nos à porta de casa e esperava-os estes saquinhos feitos à pressa ontem ao serão. Fiz cerca de trinta e todos desapareceram...
Ao contrário dos anos anteriores, este ano não estava com inspiração ou paciência para estes 'arranjos' e por isso apenas comprei rebuçados e gomas que embrulhei num papel transparente com uns laivos de azul e em que dei um laço para que tudo ficasse mais composto...
 
 

Sem comentários: