segunda-feira, 3 de dezembro de 2012

Foi bom por demais...

Pois, realmente, nada a ver com a anterior bike.
A anterior bike também trabalhou muito, tinha cerca de 8 mil quilómetros em cima e era duas polegadas abaixo do "meu" tamanho e tudo isso contribuíu para que me 'falhasse' muitas vezes com problemas mecânicos e técnicos... Mas esta bicicleta...
Esta bicicleta não se ouve a pedalar.
Não se ouve quando mudo de mudanças.
Não prende, não bloqueia, apenas vai e ontem levou-me a pedalar cheia de energia porque não o fazia há duas semanas e estava ansiosa para ver como se iria "portar" a nova máquina...
E portou-se muito bem. Por momentos senti-me uma autêntica criança que estava a delirar com um brinquedo novo...
Eu e a minha amiga das pedaladas fomos e andámos pela lama e pela terra, pela areia e pelo alcatrão. Vimos Garsas, o mar, as ondas, as flores, as folhas caídas no chão, vimos caçadores com armas imponentes bem próximos de nós e pedalámos muito apesar de estarem 5º quando saímos de casa e uns 9 ou 10º quando regressámos.
Um gorro por baixo do capacete, luvas de inverno, calças quentinhas, uma t-shirt, uma camisola de ciclismo de inverno e ainda um casaco por cima deixaram-me pedalar de forma confortável.
Foram 46 quilómetros em 3h15 mas podiam ter sido muitos mais se houvesse tempo para tal mas como não há é o que se pode arranjar no tempo de duas mulheres mães, trabalhadoras e "donas de casa"...
A altimetria foi de 1200 metros e gastei cerca de 2200 calorias (uma dieta diária de um adulto portanto...).
 
 
- fotos retiradas -
Aqui era só mesmo areia, tivémos que desmontar da bike por alguns momentos.
A vista sobre o mar e as Berlengas lá ao fundo compensam todo e qualquer esforço...
:D

Sem comentários: