segunda-feira, 21 de janeiro de 2013

Acabou-se

E ontem foi o último episódio da Gabriela e eu parei para ver.
Gostei muito de ver e de acompanhar esta versão porque já não me lembrava bem da versão original, era muito pequena naquela altura e pergunto-me se quando o meu filho tiver a idade que eu tenho agora, se também vai haver um remake da novela...
Tudo se passava nos anos 20 mas acho que o "cerne da questão" se mantém mais que atual: política, religião, sexo, a sociedade, está tudo igual embora pareça que não...
Lamento se pareço radical mas se pensarmos bem, tirando alguns contornos, o fundo dos valores que aparecem na novela nos anos 20, continuam a existir nos nossos dias... O caso mais evidente é o da política. Viu-se como um jovem com ideias revolucionárias e inovadoras que era contra os "velhos do Restelo" (os Coronéis) passa a ser apoiado por estes assim que o seu adversário com poder morre e ele próprio se torna 'cúmplice' daqueles contra os quais lutava...
É a vida...
E muito mais haveria para dizer sobre a religião, os (falsos) moralismos, o sexo e a sociedade...
Esta novela não é só uma novela. É a vida, tal como ela é...
Acabou ontem da forma que se preconizava e só nisso às vezes a vida não é bem assim...


(retirado da net)

Sem comentários: