quinta-feira, 3 de janeiro de 2013

Miss Baguette

Às vezes ocorrem-me coisas que me apetecem escrever e nem sei bem porquê porque não têm interesse algum.
Hoje de manhã na minha compra matinal do pão espetacular que adoro dei por mim a pensar que a funcionária do pão bem me podia chamar de Miss Baguette porque enquanto pedia o pão repeti várias vezes a palavra "baguette". Ocorreu-me, como se pudesse ler pensamentos, que quem estava atrás do balcão pensaria que eu só queria baguettes, "xiça"!
Pois agora dê-me uma daquelas baguettes maiores que estão em promoção.
Agora quero uma baguette daquelas médias que é o tamanho ideal para sandes rápidas à hora de almoço quando vou ao ginásio.
E por fim dê-me duas baguettes integrais num saco e outra sozinha noutro saco.
Bolas, que complicação. Tanta baguette e agora as integrais ainda por cima em número diferente nuns sacos e noutros...
Pois, é que umas são para amanhã e outra é para matar a gula a meio da manhã...
Entretanto saí e dirigi-me ao carro com um saco cheio de baguettes, sobressaindo uma bem grande.
Miss Baguette, she's the one...

Sem comentários: