sábado, 27 de julho de 2013

Quem sabe, qualquer dia...

- foto retirada -

Peço desculpas pelos 'posts' sobre a bicicleta mas... apeteceu-me...
Gosto muito desta fotografia, e pronto, era só isso...

3 comentários:

Maria disse...

Ana Luísa, estás a um passinho de voltares a fazer tudo o que gostas! És uma mulher de armas... nada de pensamentos menos bons! em frente é o caminho... Beijinhos

Storinha disse...

Olá. Nos ultimos tempos tenho acompanhado o teu blog, soube da tua queda, da operação, das dificuldades que tens tido em aceitar que não consegues voltar ao ativo com a rapidez que gostavas, etc...
Por vezes fico com um nó na garganta ao ler-te, porque sinto que se o mesmo me acontecesse, eu entraria em depressão e não sei como me iria sentir.
E sei que por vezes uma palavra de apreço, uma força de alguém, tem um grande poder. Por isso, resolvi fazer-te este comentário. Para te dar uma força, para que sintas que as coisas podem demorar, mas que voltarão ao normal... e tu concerteza voltarás a pegar na tua bicicleta e pedalar por aí...

Essa tua paixão é a minha grande dificuldade sabes?... Sei andar de bicileta mas morro de medo de andar na rua. Adorava conseguir ultrapassar isto mas não é fácil... por isso, cada vez que leio os teus posts penso sempre... "ela vai voltar a pedalar... e eu hei-de vencer este medo..."

Beijinho e muita força

Algures no Oeste disse...

MARIA: Obrigada... Um beijinho grande.

STORINHA: Não penses assim, não entrarias nada em depressão. Quer dizer, é normal numa situação semelhante sentirmo-nos menos bem, mais tristes, etc., mas entretanto vais ver que terias forças onde não as imaginavas. Aliás, tendo em conta tudo por que passaste com a perda de peso, sabes que és uma mulher de força e de fibra ;-)
Em relação ao teu receio a andar de bicicleta, vais de certeza vencer esse medo. Tenta começar 'devagar', ir com alguém que te entenda e que te faça companhia num percurso simpático, onde te sintas mais à vontade.
Se estivesses perto de mim dizia-te para combinarmos algo ;-)
Vai em frente, se não te sentires confortável acompanhada, experimentar tentar a andar de bicicleta nem que seja só um bocadinho num sítio onde não tenhas medo.
Força!

Beijinhos grandes às duas :-)