quarta-feira, 7 de agosto de 2013

Pensei (e tentei) vir de bicicleta para o trabalho

De manhã ocorreu-me que as pessoas que têm acidentes de carro geralmente voltam a conduzir e a andar de carro e que por isso não entendo este "bicho de sete cabeças" em voltar a andar de bicicleta.
De qualquer forma, creio que atrofiei um pouco a minha mente. Estou mais ponderada e racional e tenho receios que não tinha.
Vai daí que de manhã vesti-me como normalmente mas de repente deu-me vontade (novamente) de vir de bicicleta para o trabalho. E num ápice mudei de blusa e de calçado. Num ápice coloquei tudo numa mochila, fiz um rabo de cavalo, coloquei o capacete, óculos e luvas. Num ápice coloquei a mochila às costas e saio de casa...
Mas num ápice constatei que as calças que trago não são as mais adequadas para pedalar, como se eu até nem percebesse nada disto! Então não era óbvio que umas calças largas iriam interferir nos pedais e noutras partes da bicicleta?! Até no Cycling isto acontece e por isso fazia as aulas sempre de 'leggings' pelo joelho...
Claro que percorri quinhentos metros e depressa voltei para trás com as calças a enrolarem-se na bicicleta.
Cheguei novamente a casa e as dúvidas instalaram-se. E agora? Colocar estas calças na mochila não dá porque já faziam muito peso e eram volumosas. Não sei o que vestir e não me apetece mudar de roupa.
Num ápice entro em casa, retiro as sandálias e a blusa da mochila e troco pelos sapatos de caminhada e pela blusa que tinha.
Num ápice reorganizo tudo, coloco tudo no saco do costume e na minha mala. Desfaço o rabo de cavalo, pego na chave do carro e venho trabalhar...
Que complicação... Ainda não foi desta que vim trabalhar a pedalar. Para além de todos estes detalhes instala-se na minha cabeça um medo, um receio que não consigo explicar, é como se eu não o conseguisse controlar... Ideias tais como as de que vou cair, furar um pneu ou ser albarroada por um carro ecoam fortemente e fazem-me vacilar...
Caramba, um dos meus 'itens a cumprir' é precisamente ir um dia de bicicleta para o trabalho e agora parece que bloqueei, fiquei tótó e nem sei como agir...
:-(

2 comentários:

Cristina disse...

Experimenta colocar uma mola da roupa a prender as calças. Assim não tens que levar outras e essas não ficam presas na bicicleta.
E não desistas.

Vera, a Loira disse...

É mesmo complicado, também já pensei nisso mas chegava toda suada, com o cabelo com as formas do capacete e desisti logo.