quinta-feira, 5 de setembro de 2013

E é isso

O tempo passa, tudo se transforma, nada fica igual.
Realmente já nem me lembrava, ou lembrei, o que é bom sinal suponho eu, que ontem passaram cinco meses desde que dei um trambolhão enorme da bicicleta. Não foi um trambolhão qualquer, foi grave, as consequências foram (muito) graves, ainda o estão a ser, mas o tempo vai passando.
Cortei o cabelo acima dos ombros, muito mais curto do que costumo usar porque me pareceu mais prático, dadas as minhas dificuldades em mexer o braço direito, e porque me pareceu mais 'higiénico' sabendo que iria ser operada com anestesia geral e ficar internada durante uma semana...
Houve momentos em que para além de todas as limitações que estava (estou) a viver, que pensava que o cabelo nunca mais crescia, que não me gostava de ver ao espelho com o cabelo tão curto mesmo tendo as pessoas amigas a dizerem que me ficava bem.
Cinco meses passaram, tanta coisa aconteceu, e o cabelo... cresceu... Ainda não está comprido como quero e gosto mas para lá caminha...
Uma coisa de cada vez.
O cabelo a crescer.
O peso para perder, malvados oito quilos instalados nas coxas e glúteos...
Voltei a conduzir.
Comecei a conseguir levar o braço à cabeça e com isso voltei a conseguir lavar o cabelo com as duas mãos.
O braço que a custo já abotoa o 'soutien'.
As pedaladas para ir melhorando o meu ritmo.
Voltar em breve ao ginásio.
Uma coisa de cada vez...
 
 

1 comentário:

Alexandra de Amorim disse...

Devagar e bem...!
[E tu até tens progredido muito depressa. Estás quase lá! ;) ]

THE GLITTER SIDE | FB | IG