segunda-feira, 11 de novembro de 2013

Sem (muitas) palavras...

Pois é, por esta é que eu não esperava.
A minha bicicleta tinha ido arranjar e ido à revisão porque anda que se farta, não está lá em casa encostada ou parada. Só agora no Outono e no Inverno tem mais descanso porque de resto, anda mesmo muito...
Pois eis senão quando afinal chamam-me à loja das bicicletas e o meu queixo e a minha língua iam caindo no chão...
Ideia e 'maquinação' do pai lá de casa, afinal estavam a preparar-me uma grande, senão mesmo uma enorme surpresa que era, nada mais, nada menos, do que uma bicicleta nova e eu só não a recebi com um laçarote porque tive que decidir alguns pormenores e cores 'finais'...
Agradeço tudo isto ao meu marido... Sem ti e sem as tuas ideias malucas nada disto seria possível...
 
A bicicleta está o máximo e assim de repente, entre muitos outros pormenores, passei da roda de 26'' para a roda de 27.5'', o que sabe imensamente bem às minhas pernas compridas... É incrível mas também não tinha suspensão total e agora sim, tenho...
Certo dia experimentei uma volta numa bicicleta com rodas 29'' mas senti-me muito insegura e com pouca agilidade na bicicleta...
Fiquei mesmo quase sem reação e sem palavras e por isso no Sábado à tarde fui dar uma volta, sozinha, para experimentar a bicicleta. Foram 40 kms pedalados (muito) mais depressa do que é habitual e como não sei bem o que dizer, deixo-vos o 'testemunho' que enviei a uma das pessoas que preparou a bicicleta especialmente para mim.
Esta é mesmo "A Bicicleta", é o suprasumo das pedaladas. Suponho que agora até tenha receio de andar sozinha por aí a pedalar não vá algum doido querer ficar com ela :P
Estou desertinha para andar nela novamente...

Aqui fica a minha primeira impressão:

Hoje foram caminhos muito fáceis, ir a XPTO e voltar não é assim um grande teste mas... no início foi estranho pedalar as rodas 27'5 mas acho que entrei bem no ritmo. Não sei mas eu que não percebo nada e sou uma naba, parece-me uma bicicleta... perfeita... estável, segura, facilmente manobrável, subi mais depressa do que é habitual. Quanto às descidas, das poucas e "míseras" que fiz, também correu bem. Os pedais são bons, não sei, diria que fiquei sem palavras.
Comparando com a Berg e com a Specialized, senti esta bicicleta muito mais forte, grande como eu, e, como digo, segura, responde muito depressa ao que é pedido...


O símbolo da marca...

Made in Germany. Quase como eu própria. Eu própria poderia ter sido feita ou de origem da Germany...


- algumas fotos foram retiradas -

A novidade com as rodas 27.5''. Quanto aos pneus tubeless já os tinha na Specialized...
 
 
Extasiada com a pedalada...
E as cores, pormenores femininos já sei...
Mas é que o preto e o azul são mesmo as minhas cores preferidas e agora realmente tudo me parece perfeito nesta bicicleta...

1 comentário:

Alexandra de Amorim disse...

Que sorte. Vês, há coisas fantásticas ;) Não sentes que é tipo um pequeno sonho tornado realidade? Agarra-te a ela!
E as cores são... as melhores! ;)

Beijinho

The gLiTtEr Side