quinta-feira, 9 de janeiro de 2014

Bipolaridades facebookianas

No espaço para aí de duas semanas, já desativei e ativei a minha conta do Facebook, sem exagero, umas... dez vezes... Geralmente acontece antes de me deitar... Ando ali pelo Facebook e tal e depois, dá-me assim uma coisa, e pumba, desativo a conta...
É tão fácil e o mais curioso é que para voltar a estar no Facebook não é preciso nada de especial. É só entrar como normalmente e depois recebe-se um e-mail a dar as boas vindas de volta...
Acho quase estranho que num momento desapareça tudo e de repente volta a estar tudo on line, as informações, as fotos, os desabafos... E dou por mim a pensar onde esteve aquilo tudo enquanto a conta esteve desativada... Parece que as coisas andam numa espécie de vácuo, a deambular algures pela rede ou pelo universo porque assim que se entra novamente no facebook está lá tudo, não falta nada...
De qualquer forma, esta minha espécie de bipolaridade facebookiana deve-se ao facto de que eu queria muito desligar-me do facebook e também porque o pouco que 'digo' ou partilho, quase que ninguém liga nenhuma, mas tudo bem. Na vida real como também falo tão pouco, por norma, quase ninguém me ouve ou 'percebe' o que digo, nada a que não esteja habituada. E então quando estou rodeada de pessoas muito faladoras e "vivaças" ou de quem mal conheço, apesar de ser tão grande, parece que desapareço completamente de tão caladinha que fico... É normal, as pessoas gostam e acham sempre mais 'graça' a quem tem sempre algo para dizer. Isto de se ser mais reservado ou calado não tem lá muita graça... Enquanto quase toda a gente fala pelos cotovelos, uma pessoa está ali a ouvir, a acenar com a cabeça e a dizer monossílabos enquanto a cabeça e os pensamentos estão a mil.
É como estar no computador que, à partida, é mais rápido do que nós... Os meus pensamentos são mais velozes e intensos quando estou rodeada de conversa mas pouco ou nada digo e suponho que isso não vá mudar nos próximos tempos e anos, desde sempre que sou assim...
Mas pronto. Esta noite desativei a conta e daqui a nada já sei que lá vou eu entrar novamente no Facebook, como se nada fosse...

3 comentários:

Alexandra de Amorim disse...

Estou contigo em tudo o que escreveste. E ontem estive mesmo para publicar um post no blog sobre o FB, do qual não sou a fã número 1. ;) Guardei-o em draft. Estou como tu nas indecisões :)

Dulce disse...

:)
Nos últimos tempos, e em relação ao dito facebook, tomara eu ser contida. Ser faladora nem sempre é grande coisa!

Maria Sem Frio Nem Casa disse...

ah ah...fizeste-me sorrir agora. Achei graça :)