sexta-feira, 31 de janeiro de 2014

Destrambelhada

No espaço duma semana, a mão direita, a mesma que sustenta o braço e o ombro que por sua vez sustentam a placa e os parafusos, atacou a mão esquerda.
Trago na palma da mão esquerda dois cortes de faca e não, não foram auto infligidos... Tudo se passou na tranquilidade do eu-mãe a preparar os lanches para o dia seguinte. A mão direita, que anda meio destrambelhada e deixa cair (quase) tudo deixou escorregar a faca que cortava o pão e vai daí, pumba!
Num dos dias foi só um corte superficial mas ontem o golpe foi  mais profundo e era só sangue a sair da ferida... E eu com o sangue fico logo meio atarantada... Água da torneira e o maridão com algodões, betadine e um penso para me acalmar.
E hoje mal consigo abrir a mão na totalidade por causa dos dois golpes.
Ora bolas...
:-(

1 comentário:

Alexandra de Amorim disse...

As melhoras! Eu tenho um golpezito no dedo e continua a chatear-me... com o frio que está não há meio de cicatrizar e é uma coisita de nada.