domingo, 9 de fevereiro de 2014

Há um ano atrás neste domingo...

Era dia 10 de fevereiro e o tempo não estava tão mau como hoje ou neste ano. É certo que também se agravou a partir da tarde e que chegámos a Fátima quase em hipotermia mas, duma forma geral, correu bem.
Sim, hoje também foi a Benção dos Ciclistas em Fátima mas este ano não deu para ir, ao contrário do ano passado...
Foi um dos meus "sonhos ciclísticos" que se realizou, com a ida a Fátima, em versão BTT. Foram 85 kms muito duros mas encarei essa dureza como uma 'prova', uma espécie de teste à minha fé. Nunca desanimei porque a Fé que levava era imensa. Tinha já o meu pai (muito) doente e para além de querer muito ir até Fátima de bicicleta, pensei também no meu pai, foi mesmo um acto consciente de Fé. E por isso foi quase com estranheza que quatro dias depois desta peregrinação que recebo a triste notícia de que o meu pai tinha partido... Naquele momento a minha Fé ficou muito abalada, coloquei uma série de coisas minhas em causa, inclusive a minha própria Fé. Alguém me disse depois que a minha Fé fez com que o meu pai partisse ainda sem sofrer muito porque a partir dali seria sempre a piorar, a definhar, a sofrer cada vez mais... E eu inspirei estas palavras, este 'raciocínio' e agarrei-me a ele para recuperar novamente a minha Fé... E recuperei-a ainda que depois meses depois disto tudo tenha caído da bicicleta e ficado muito magoada...
Enfim, tenho pena que este ano não tenha sido possível ir até Fátima mas o tempo e as condições logísticas não o permitiam... Espero um dia voltar tal como espero também um dia conseguir ir até Santiago de Compostela...


Sem comentários: