segunda-feira, 3 de fevereiro de 2014

Parece que tudo mudou... um pouco...

Não sei... Parece que o clima mudou, o tempo tornou-se mais chuvoso, cinzento e fresco.
Parece, parece não, houve mesmo cortes nos ordenados, subsídios e aumento nas horas de trabalho. 
A juntar a isto e a muito mais, o meu pai faleceu há quase um ano, caí, fui operada, carrego uma placa e diversos parafusos no braço e no ombro também há quase um ano.
Há ainda o momento fútil que é o de que com isto tudo ganhei 10 quilos que não estou a conseguir perder. É verdade, alojaram-se nos glúteos e mesmo eu sabendo tudo o que preciso para me ver livre desse peso, afinal já perdi quase 30 quilos- o que são uns míseros 10 quilos... - não encontro forças suficientes para racionalizar a comida...
Mas pronto, isto tudo para dizer que sou pessoa pouco dada a doenças e até isso mudou no espaço dum ano... Ando há uma semana com dores de garganta, constipada e com alguma tosse. E desde sábado à noite que tudo isto se acentuou, com dores de cabeça e no corpo pavorosas e um imenso ranho que me faz acordar de noite com falta de ar.
Hoje fui ao médico. Como não tenho febre, é uma amigdalite, disse ele. Antibiótico e anti pirético para tomar. Um dia em casa. Yeah. Não é isso que me assusta que eu detesto faltar ao trabalho e só fui ao médico porque realmente não me sentia bem. É que se esta noite não melhorar e amanhã de manhã me sentir como hoje: sem forças e encolhida, quero ver como vai ser...
Enquanto esperava para ser atendida pelo médico tive um momento de angústia ao pensar que tudo parece diferente. Agora adoeço mais "facilmente" e não tenho feito nada ao ar livre como antes: nem caminhar, nem ir ao parque, e muito menos andar de bicicleta.
Tenho ido ao ginásio é certo, passo lá em média duas horas de alta intensidade/três vezes por semana, mas acho que o facto de sair de lá cheia de calores, com o cabelo molhado e dar de caras com o ar gélido na rua, contribuiu para que adoecesse... E voltando ao peso, também não como assim desmesuradamente para que tanto exercício não surta efeito...
Quem me diria que um dia seria daquelas pessoas que engorda só com o ar...
Mas agora o que me chateia é este desconforto, o nariz entupido, as dores na garganta, o sentir frio, dores nos olhos e na testa e nos maxilares. Enfim, vamos ver se isto tudo passa com a medicação...

Sem comentários: