segunda-feira, 7 de abril de 2014

Pedalada de ontem...

Aqui está uma das pequenas coisas que não tinha antes de morar no Oeste e que me faz feliz. 
Esta é daquelas coisas que por vezes 'equilibra' ou diria mesmo que puxa o prato da balança para o Oeste quando começo com pensamentos angustiantes sobre a nossa mudança...
Bom, sem esperar, foi uma volta a dois pois que marido não teve novamente formação no Domingo (ena, viva!!!) e assim saímos de casa, nas calmas sem saber bem o destino.
Quis o destino que pedalássemos para aí 46 kms, confesso que me apeteciam mais mas marido não pedalava há mais de um mês e não tem feito treino algum e com um problema no joelho, a pedalada começou literalmente a doer-lhe... Se bem que a meio do caminho ainda fizemos um belo dum 'sprint' e passámos um grupo para aí de seis ciclistas 'de estrada'. E porquê esta distinção? Por que os encontrámos no... alcatrão e todos pedalavam bicicletas fininhas de... estrada... Nenhuma era de montanha, ou de BTT vá, como as nossas que são grandes, pesadas e poderosas, umas verdadeiras cavalonas, enfim...
Mas confesso que até teve graça porque como confio tão pouco em mim até me pareceu mentira vir tão atrás daquele grupo, ultrapassá-lo e ainda andar bem à frente sem que ninguém me conseguisse 'apanhar' quando era notório que ficaram 'melindrados' à nossa passagem e que aceleraram...
Bom, parvoíces à parte, foi muito bom poder pedalar no domingo de manhã. Queria sempre poder fazê-lo... Queria ganhar mais confiança em mim, queria tanta coisa...
A verdade é que pedalar me faz sentir leve, livre, aliviada, despreocupada, feliz, contente e tantas coisas mais... E chegar a um sítio depois de vários quilómetros calcorreados e ver o mar é assim algo de extraordinário...




Sem comentários: