terça-feira, 29 de abril de 2014

Post fotográfico - rumo (subida) ao ponto mais alto da Estremadura

E se neste post fazia uma breve descrição escrita da subida quase vertiginosa que fizemos, aqui ficam de forma muito resumida algumas fotos desse passeio... Foi o dia em que pedalei durante praticamente seis horas e em que pouco ou nada me senti cansada e sem cair para o lado... Suponho que tal se deveu ao facto disto ser algo que queria muito fazer e por acreditar que o ia conseguir fazer...
:-) 
 
Ah que nunca mais chegamos lá ao cimo...

A subida foi feita para aí 90% em piso cheio de pedra espetada no chão. Nalguns momentos tivemos que ir com a bicicleta à mão porque era quase impossível pedalar tal era a pedra e tal era a inclinação... Até parecia que caíamos para trás...

Foto tirada da Igreja para a Estação de Radares que tem assim um ar "extraterrestre"...
:P
A caminho, a subir, liberdade...
A foto da praxe que todos os ciclistas tiram quando aqui chegam... Chegar aqui e não tirar uma foto é quase como ir a Roma e não ver o Papa...
:D


Sem comentários: