segunda-feira, 2 de junho de 2014

Notas soltas duns dias atribulados

Estes últimos dias foram duma agitação imensa entre deslocações, compras, idas aqui e acolá, festas familiares e por aí fora, não descurando a parte física. É, parece que já não consigo mesmo viver sem o exercício físico mesmo andando ocupada com tantas outras coisas...
Para já, na semana passada, no 'último' dia em que fui ao ginásio, fiz uma aula intensa de Body Combat, uma outra aula de pranchas e abdominais e por fim o Cycling. Suei mais que sei lá o quê mas, ainda assim, no fim de tudo estava pronta para fazer tudo outra vez. E suponho que isso se note porque no fim da aula de Cycling o professor ia perguntando a todos se estavam bem, visto que às tantas, a maior parte das pessoas, parecia que ia vomitar a qualquer momento sobre a bicicleta, e a mim diz, em tom de afirmação, 'consigo está tudo bem não é?' e eu também não me fiquei. Respondi um: "por mim, a aula continuava", e o professor esboçou um sorriso, não sei se amarelo ou doutra cor mas pelo menos fui sincera e alguma vez na vida disse o que sentia e pensava, por muito fútil que fosse...
Adiante...
Compras, idas para ali e para acolá. Festas familiares como há muito não tinha ou ia. E não é que correu bem. Cabe-me agora o papel de 'cuidadora' da minha mãe e da minha tia, para além do meu filho. Cuido delas no sentido de as manter confortáveis e de lhes ir buscar a comida e os petiscos, e elas gostam, e sentam-se e esperam que eu lhes leve tudo, também as bebidas. E eu gosto de as aconchegar com este pequeno gesto e não me importo, e descubro que afinal gosto de me dar aos outros e de os ajudar...
E levei o vestido, o tal vestido, longo e de alsas que deixava a cicatriz à vista e que me ficava muito bem. E ninguém me perguntou pela cicatriz, só disseram que eu estava 'demasiado' magra o que foi música para os meus ouvidos... É claro que assim parecia muito magra já que as minhas coxas não estavam em destaque...
Comi tanto que perdi a conta às calorias ingeridas, que se lixe...
De regresso ao Oeste, e depois de tanta agitação no dia anterior, vou logo de manhã dar uma volta de bicicleta. Quase 50 Kms que me fizeram transpirar e gastar à volta de 2000 calorias. É isto que me sabe bem e que me desanuvia...
Mas hoje... Hoje não vai haver ginásio nem bicicleta. O filhote tem uma semana intensa com testes e apesar de termos estudado no fim-de-semana, quero rever tudo novamente com ele para estar (mais) preparado... E não é por não ir dois ou três dias ao ginásio ou exercitar-me que a vida acaba. O meu filho e a Escola estão em primeiro lugar...
E assim vai a minha vida. Belo relato resumido daquilo que foram estes dias...

Sem comentários: