sexta-feira, 20 de junho de 2014

Olhar em frente...

Olhar em frente é como estou hoje, literalmente... Tenho umas dores pouco usuais na parte de trás do pescoço, mesmo nos ossos, aqueles que são muito pequeninos comparativamente com os ossos do pescoço duma girafa, mas adiante...
Custa-me mesmo muito baixar a cabeça ou olhar para o lado. Caramba, há muito tempo que não tinha dores e afins. Aliás, digamos que com a queda e tudo por que passei, me tornei mais tolerante à dor no sentido em que a suporto muito mais e tornei-me mesmo muito menos tolerante a dores alheias quando me apercebo de que são coisas 'fraquinhas' e quase sem importância. Noto isto essencialmente no ginásio onde miúdas de vinte e poucos anos se queixam com dores em tendões e no ombro.
Ah, então quando se queixam do ombro fico num misto de ter vontade de me rir bem alto ou de ir lá mostrar a minha cicatriz e dizer: "Olha pá, sabes, aqui dentro estão uma placa e diversos parafusos. Dores no ombro?! Sabes lá tu o que são ou o que é ter dores no ombro!!!". Mas claro que controlo estes meus ímpetos porque não sou dona da razão nem das dores de ombros e de braços...
Como estava a dizer, tenho dores no pescoço e tal deve-se a uns exercícios malucos que fiz ontem numa das aulas. Uma espécie de abdominal que exigia que no colchão rebolássemos com as pernas para trás da cabeça, como se fosse uma cambalhota mas sem a completar, e que nos levantássemos ao rebolar no sentido em frente e ficássemos agachados. Lamento mas não encontrei pela net uma imagem deste exercício...
E vai daí que o meu pescoço foi mexido como não era há muito ao dar o impulso das pernas e da cabeça ao ir para trás - como numa cambalhota - e por isso hoje está neste estado.
Peçam-me para olhar em frente, que eu olho, agora para baixo e para os lados, é melhor não...
O que vale é que ontem não notava ainda nenhum desconforto pelo que fiz também uma aula de Cycling, fartei-me de transpirar e de pedalar com carga. Gastei quase 900 calorias nisto tudo e as minhas pernas pareciam ligadas ao 'Beep Beep' quando rodavam depressa ao som de músicas pesadas e aceleradas...
E esta semana tenho estado no ginásio com blusas de alsas/cavas que deixam a cicatriz à vista. Está muito melhor e por isso já não fico (tão) desconfortável com a dita de fora. Quem não quiser ver, que não olhe, quero lá saber...

3 comentários:

A Loira disse...

Espero que essa dor melhores rapidamente.

Alexandra A. disse...

Isso foi em Pilates?
A minha cervical não gosta da maior parte dos exercícios abdominais. Só adora pranchas ;)

glitter | fb

Algures no Oeste disse...

ALEXANDRA: Não, por estranho que pareça nunca fiz Pilates :P
Foi numa aula de Localizada :D
As pranchas custam-me um pouco a fazer por causa do ombro, enfim...
:O
Beijinhos.