quinta-feira, 28 de agosto de 2014

Sempre que volto a Lisboa

Passaram cinco anos sobre a nossa mudança para o Oeste e sempre que volto ao sítio onde sempre vivi, sinto saudades de lá estar e ainda mais saudades do meu pai... Começo a não achar isto normal pois por esta altura era suposto as coisas estarem arrumadas e consolidadas. Estive lá dois dias e é como se nunca tivesse saído de lá, o trânsito, o movimento, o burburinho citadino, em nada me atrofiam...
Sinto também saudades do meu trabalho em Lisboa.
Sinto tantas coisas que não sei se estou baralhada, confusa, atrofiada, ou se vivo agarrada a um passado que já lá vai e que não volta mais...
Desta vez nem o calor imenso nem a  bicicleta me fizeram pensar que queria muito regressar ao Oeste... Pensei que lá também poderia pedalar, ou desatar a correr...
Fico nostálgica da vida que tinha e tive e penso que não me custaria nada regressar a Lisboa...
Vejo e digitalizo fotos antigas.
Esta é do meu batizado, tinha cinco meses e estou com os meus pais...


- foto retirada - 

3 comentários:

rosa_chiclet disse...

Eu fui ao contrário mudei-me do Oeste para Lisboa à 5 anos..
E sinceramente adoro o meu Oeste (vou lá todos os fins de semana) mas para viver todos dias adoro a cidade :)

Tens de seguir em frente e deixar Lisboa como uma boa recordação..

kisses***

Luísa disse...

Tão fofinha :-) Os teus pais com um ar tão feliz :-)
Imagino as saudades que tens do teu pai amiga.
Abraço apertado

Dear Daisy disse...

Fico sem palavras...

Um beijinho no teu coração <3