quinta-feira, 23 de outubro de 2014

23 de outubro de 2006...

A 23 de outubro de 2006 dava entrada na maternidade porque a tensão teimava em estar alta e havia o risco de pré eclâmpsia...
Fui a uma consulta e de seguida fiquei internada... Nem queria crer que estava prestes a ser mãe...
Belos tempos em que muitos dos que já partiram estavam connosco... Na altura o meu enteado tinha a idade que o meu filho tem agora e é incrível como o tempo passou tão depressa...
Às vezes tenho saudades desses tempos, não de parir novamente ou de ter um filho bebé para cuidar, mas da vida tal como ela era na altura.
Tinha o meu pai presente, tinha o casal que tomou conta de mim e que eram como uns avós para mim, morava perto dos meus pais e de Lisboa, no fundo tinha "tudo e todos" e hoje em dia sinto muitas vezes um vazio da família e das pessoas queridas que se foram, e também dos que deixei de morar perto, refiro-me principalmente à minha mãe...
De vez em quando entro nestas bipolaridades entre Lisboa e o Oeste. Sinto a falta e saudades de Lisboa, mas depois estou lá e quero voltar para o Oeste, enfim... De qualquer forma nunca esqueci Lisboa ou nunca desatei a dizer que nunca mais iria viver por lá...
Amanhã, por exemplo, vou até lá e só penso que gostaria de ficar por lá no fim de semana mas para isso o filhote tinha que faltar à Escola e não pode ser...
Tenho dias em que queria não estar fechada um dia inteiro entre quatro paredes. Queria ser livre, ir aqui e acolá, livre de obrigações e preocupações. Não estou a dizer que não queria trabalhar, nada disso, é só que se torna maçudo e chato uma pessoa estar 'presa' durante tantas horas no mesmo sítio...
As memórias do nascimento do meu filho acordam em mim muitas outras recordações que apesar de me alegrarem, acabam por entristecer quando penso melhor no que e em quem... "perdi"...
:|

Sem comentários: