terça-feira, 20 de janeiro de 2015

Dúvida existencial do dia...

Pois é, estou para aqui com um grande problema... (todos os problemas fossem deste género, a sério...). Houve alterações no meu horário de trabalho (para melhor mas não deixo de trabalhar as mesmas horas, tem a ver com o 'regime, digamos assim...) pelo que agora voltou a ser possível ir ao ginásio à hora de almoço como fazia "antigamente"...
Só que entretanto desabituei-me, passei a ir ao fim do dia, com mais tempo, mas entretanto começou a 'chatear-me' chegar (tão) tarde a casa e por aí fora. Aliás, ontem era para ter ido ao ginásio e nem fui, não por falta de vontade de me exercitar mas por causa da 'confusão' que há lá ao fim do dia: muito barulho, muita gente... E vai daí que o saco está preparado no carro e acordei a pensar e cheia de dúvidas se vou ou não ao ginásio à hora de almoço. Lembrei-me da correria que era e do ar afogueado com que chegava ao meu local de trabalho, depois de me exercitar naquele espaço de tempo...
Hum... e está frio e de chuva... Caramba, não sei mesmo que faça... É que isto também é tipo um marco, sabem...? Antes de dar o trambolhão na bicicleta ia ao ginásio à hora de almoço, quase todos os dias. Depois do trambolhão, e respetivas consequências, e das alterações no meu horário de trabalho, comecei a ir ao fim do dia porque à hora de almoço não dava e porque me sentia ainda limitada na agilidade do braço (veste e despe depressa...). Mas agora, felizmente, melhorei...  O braço custa na mesma a entrar nas mangas mas já é tudo muito mais rápido...
Vou. Não vou. Vou. Não vou...

1 comentário:

Gaja Maria disse...

Se gostas mesmo de ir, vais arranjar uma forma de o fazer, tudo depende do tempo que tens, seja á hora do almoço ou ao fim do dia, o importante é que te sintas bem a fazê-lo :)