quarta-feira, 25 de fevereiro de 2015

Eu gostava

Eu gostava de ir correr logo mais à tarde mas filhote tem teste amanhã e quero estudar e rever tudo com ele.
Amanhã é dia de ir ao ginásio à hora de almoço mas como é uma aula leve, se não correr hoje ao fim do dia, poderei fazê-lo amanhã ao final do dia.
Por outro lado, como a minha mãe está por cá, poderia experimentar a fazer algo que nunca fiz: levantar o rabo da cama mais cedo do que o habitual e ir dar uma corrida antes do trabalho.
O levantar-me de manhã mais cedo já o fiz várias vezes, agora ir correr ou pedalar antes do trabalho, é que nunca tal sucedeu na minha vida, essencialmente por motivos logísticos: o pai sai muito cedo de casa e não ia eu sair com o filhote a dormir, sozinho...
Depois penso que gostava de na sexta-feira ir ao ginásio ao fim do dia, fazer duas das minhas aulas preferidas. Mas depois chego a casa às nove e tal e isso aborrece-me.
Penso que gostava também de no sábado, entre atividades do filhote, de ir dar uma volta de bicicleta mas parece que vai chover ou que como estarei sozinha - o pai tem de se ausentar - que se calhar não dá para uma voltita.
Finalmente, e com todas as certezas, no domingo de manhã gostava de dar uma volta grande de bicicleta, tipo de seguida, com pausa para café e umas fotos mas que desse uns bons quilómetros.
E depois penso que se calhar endoideci de vez visto que só penso é em treinos e em exercício físico e em horários e em como conciliar tudo. Ou isso ou futilizei de vez.
Para além disto tudo, garanto que também penso em menus, comidas, compras, almoços, jantares, detergentes para a roupa, trabalhos de casa, recados, mudas de roupa, roupas para as atividades dentro e fora da Escola, cadernos, lápis, papéis, trabalho e mais trabalho, penso no que tenho para fazer ou que já devia estar feito mas que estou com problemas de concentração, penso tanto que a minha cabeça está prestes a explodir.
Sou mãe, dona de casa (odeio esta expressão), trabalho nove ou mais horas fora, tento ser uma desportista praticando desporto porque me dá prazer, sabe bem, tira-me o stress e não me permite engordar, ajudo nos trabalhos de casa, faço formações, acho que só me falta tocar piano e falar (bem) Francês.
Ufa!

1 comentário:

Gaja Maria disse...

As mulheres são assim, conseguem fazer dezenas de coisas ao mesmo tempo :)