segunda-feira, 16 de fevereiro de 2015

Rendi-me à 'lanzice'...

Pois que neste fim-de-semana regressei às origens e levei no saco os ténis e a roupa para... correr... No sábado de manhã ainda dei uma volta de bicicleta pelo Oeste mas foram apenas 40 kms e portanto, tinha planeado chegar aos 10 kms, a correr, no dia seguinte, já em 'casa' dos meus pais. Pensei cá para comigo que ia conseguir fazê-lo no domingo de manhã mas... acordei mais tarde do que é habitual, chovia muito, o tempo estava escuro, e ainda que não fosse nada a que não estivesse habituada, principalmente com a bicicleta em que já pedalei sob condições atmosféricas mais que adversas, rendi-me à boa vida e não saí do quentinho...
Deixei-me ficar, como há muito não o fazia, sim, porque aos fins-de-semana ando sempre num corropio entre a vida doméstica, as atividades do filhote e as minhas pedaladas... E portanto, como estava a dizer, deixei-me ficar deitada mais um bocadinho, levantei-me de forma tranquila, e não me vesti a correr como é costume. Por estranho que possa parecer, nem me lembro de ficar de pijama num domingo (ou num sábado...) de manhã e em casa, saboreando de forma tranquila o pequeno-almoço. Tinha saudades desta calmaria na casa dos meus pais que sabe muito bem de vez em quando, a minha alma precisava, e creio que o meu corpo tão exercitado agradeceu...
De quando em vez é preciso parar e foi isso que fiz. Parei e comi mais do que é costume o que dá uma equação com calorias extra mas... não quero saber, também mereço uma pausa de quando em vez. Até porque não parei de me exercitar, não vou deixar de correr ou de pedalar. Precisava sinceramente de uma espécie de pausa, principalmente por estes dias em que a memória do meu pai esteve mais que presente. Senti-me como num daqueles filmes com realidades alternativas ou comas profundos em que se acorda ou em que nos deparamos com uma realidade na qual não queremos acreditar. No caso é o facto de terem passado dois anos desde que o meu pai partiu e eu sinto que não me devo apegar a isso e que devo seguir em frente e não estar sempre a olhar para o passado mas... tem sido difícil... muito difícil...
Enfim, de regresso ao Oeste, vamos ver o que se seguirá: ginásio, corrida ou pedalada... parar é que não até porque amanhã trabalho...
:-(

2 comentários:

São disse...

Preciso dessa força. Ando muito parada!
http://experimenteie.blogspot.pt/

Algures no Oeste disse...

Força SÃO, o que custa é começar...
:-)