segunda-feira, 9 de março de 2015

Do fim de semana...

Num dia fui (e sou...) mãe a 200%, motorista várias vezes ao dia, professora e explicadora, dona de casa, moça de recados, compradora de mantimentos para a casa, empregada doméstica, cozinheira e por aí fora. 
Nos dias em que o pai tem que estar ausente o dia inteiro, por causa de compromissos assumidos, desdobro-me e multiplico-me em várias tarefas e 'missões'... Imagino, ou não imagino, como fazem as mães que estão completamente sós, mas adiante...
No outro dia, que por acaso até foi o Dia da Mulher, vou numa pedalada feminina com a minha amiga das pedaladas, e da vida, para irmos para sítios diferentes daqueles para onde vamos quando pedalamos sozinhas, cada uma para seu lado. E lá fomos. O dia estava espetacular, o que ajudou muito e, realmente, é terapêutico pedalar, chegar a sítios onde só o podemos fazer de bicicleta, ou a pé, onde reina o silêncio e a beleza da natureza que começa agora a mostrar as suas cores com esta incursão numa Primavera adiantada...
Também apanhámos muita areia e isso começa a desgastar-me, transpiro por todos os lados, desmoralizo, canso-me, fico em baixo... Mas depressa arrebito e seguimos até que a meio do caminho tomamos um café retemperador...
Voltamos para a casa mas antes disso há que pedalar uma subida a pique e numa extensão que na altura me parecia infidável...
Chegamos e foi bom pedalar aqueles 60 Kms, em versão BTT, no meio de dunas, arribas, desníveis, junto ao mar, e depois uma parte em alcatrão, sempre com Sol...
Por que adoro pedalar e depois desmoralizo porque não sou ultra sónica ou super forte... Por que raios sou tão exigente comigo mesma se a qualquer outra pessoa eu diria o contrário do que penso para mim pois o importante é pedalar, e não ser super rápido, como se fosse menos capaz por causa disso...
Por que adoro as fotos em que apareço com a bicicleta ou dos sítios que percorremos a pedalar e depois parece que só reparo nas minhas coxas...
Ai mulher...!



2 comentários:

Anónimo disse...

Olha é automático...só vejo a barriga e depois odeio a foto :P
susana

Gaja Maria disse...

Foi tão bom pedalar este fim de semana, de novo de manga curta e calções ao sol. Tão bom :)
E como diz um amigo meu, cada um tem o seu ritmo, não há que desanimar, chega-se lá na mesma ainda que mais devagar. Certo? Bjs