quinta-feira, 19 de março de 2015

Nada dói mais

Do que as lágrimas sentidas de um filho.
Em quase 9 anos de maternidade nunca o tinha sentido porque o meu filho, felizmente, é uma criança sociável, segura e com iniciativa própria.
Nunca ficou a chorar na Creche nem na Escola nem numa festa de anos nem em sítio algum.
Mas agora aconteceu. Aconteceu o choro sentido, verdadeiro e real que lhe doía a ele e mais ainda a mim, por ser mãe...
Eis um sentimento que eu desconhecia neste mundo da maternidade: a dor de ver um filho com uma dor sentida.
Não o sabia, nunca o tinha sentido e agora que o senti foi duro, quase cruel.
Ver um filho a sofrer é do pior que nos pode acontecer... É tentar aconchegar e amparar e não o conseguir.
Dureza...

6 comentários:

Sol disse...

Pois eu já senti muitas vezes dores pelos meus filhos. Pela rejeição, pela doença, por uma ou outra injustiça...enfim, o coração desta mãe tem sofrido muito.

Sol disse...

Queria acabar o comentário e enviei sem querer....seja lá o que for, espero que passe rápido em ti e nele. Beijinho aos dois!

AvoGi disse...

Coração de mãe é mole e chora por si própria pelos'filhos pelo companheiro, pela familia
Kis :>}

Ovelha Cuca disse...

Coração da mãe é assim mesmo. :(
Ao ler as tuas palavras lembrei-me dos meus tempos de infância em que sofria e imaginei também o sofrimento da minha mãe. Força querida. Vou seguir o teu blog, adorei a tua forma simples e tocante de escrever. :)

Gaja Maria disse...

Custa tanto, dói tanto. Queremos sofrer por eles, poupar-lhes a dor e o sofrimento. É assim o coração de mãe :))

Algures no Oeste disse...

OVELHA CUCA: Obrigada, bem vinda :-)

Um beijinho a todas.