terça-feira, 28 de abril de 2015

Calendarização do dia de hoje

Ora bem, isto não está fácil, como em muitos outros dias, não sei o que fazer...
Para (não) variar, trago no carro o saco do ginásio. 'Espelho meu, espelho meu, haverá mais alguém que ande tanto com o saco do ginásio no carro como eu...?', sempre preparado e com várias opções de roupas... E hoje é um daqueles dias em que costumo ir mas entretanto não me apetece muito ir e lembrei-me que assim poupava tempo e podia sair um bocadinho de nada mais cedo do trabalho ao fim do dia, e podia ir dar uma mini volta, a pensar na prova de BTT que se aproxima...
Mas entretanto também me lembrei, mas ir dar uma volta para quê ao fim do dia se eu já nem sei bem se vou à tal prova de BTT, hein...
Fora o que tenho para fazer em casa... Deixei roupa estendida e tenho que a apanhar, antes que fuja e antes que leve com a humidade da noite. Parte dessa roupa terá que ser passada a ferro porque é mesmo necessária...
E o jantar, tenho restos, menos mal, mas entretanto terei que cozinhar...
O miúdo tem atividades que são duas horas e tal, o pai pode ir levá-lo e buscá-lo, ufa...
Entretanto chegará tarde, toma banho, jantamos e tem ainda os trabalhos de casa para fazer, sendo que anda com testes e tem também que estudar.
Mas já me perdi, não sabendo se vou ao ginásio à hora de almoço ou se pedalo ao fim do dia.
Também ainda não entreguei o IRS, ando com preguiça.
E os lanches, tenho que fazer lanches para o dia seguinte, e preparar as roupas.
Em suma, não sei para que lado me virar nem o que fazer. Qual é a lista de prioridades...? Talvez o IRS e a roupa passada a ferro mas isso posso fazer ao serão...?
Que chatice... Ufa... apetece-me desistir e mandar tudo às urtigas... 

3 comentários:

Gaja Maria disse...

Tomar decisões, escolher prioridades, não é fácil, não. Segue o coração :)

Sol disse...

Temos sempre tanto que fazer que chegamos ao fim e nem sabemos para que lado nos virar. O IRS entreguei-o logo no inicio para não pensar mais nisso. Roupa para passar, é uma dor de cabeça: nunca vejo o cesto descer, só aumentar :) Mas o tempo para nós é essencial. Beijinho

Algures no Oeste disse...

SOL: Já tinha estranhado a tua ausência...
;-)

Beijinhos às duas...