terça-feira, 26 de maio de 2015

Coraçãozinho

Querido coraçãozinho, há coisas que não entendo muito bem.
Sou hipertensa e tomo medicação para o efeito. É algo silencioso que quando ataca é em grande pelo que todos os cuidados são poucos.
Relativamente ao exercício físico, os médicos que me têm acompanhado recomendam que o continue a praticar. Só não convém muito é exercitar-me com pesos acima dos ombros mas, assim com'ássim, também o braço não me o permite fazer em condições, pelo que se juntou o útil ao agradável...
Há até um movimento no Facebook que sigo e que visa alertar para a questão da Hipertensão, chama-se Eu Escolho e vale a pena acompanhar.
Vai daí que por estes dias voltei a encontrar o meu velhinho e perdido cardiofrequêncímetro e não é que funcionava...? Deixei de o usar por não saber onde estava e porque achei que estava a ficar demasiado obcecada com as pulsações e as calorias gastas, mas pronto, é algo sempre útil para sabermos como anda o nosso desempenho desportivo.
Ontem para o experimentar constatei então que tenho uma frequência cardíaca que ronda o Excelente já que sou uma mulher que pratica atividade física e que tem entre os 36 e os 45 anos (não sei porque as tabelas não têm mais idades...?) e cujos batimentos cardíacos rondavam os 60...
Entretanto, quando voltar a ter uma atividade física, seja a pedalar ou no ginásio, vou utilizá-lo para verificar como andam os meus batimentos em esforço...
:O

Informação retirada daqui.

O querido cardiofrequêncímetro perdido e achado, beijinhos meu amigo...

3 comentários:

A Loira disse...

bem, eu deixei de usar o meu porque achava sempre que podia falecer a qualquer momento.

Sol disse...

Nunca usei, não sou nada ligada a essas coisas..qualquer dia morro, paciência :)

Gaja Maria disse...

Estou como a Vera, também deixei de usar o meu com medo de falecer. Quando ía numa subida "daquelas" e via os batimentos a passar o limite, desmontava com medo de me dar um treco. Agora não quero saber, aí vou eu, sem sequer saber quais os batimentos, pois se me der um treco, morro feliz :))