sexta-feira, 22 de maio de 2015

(Mais) da bicicleta


Ontem ao fim do dia, depois de sair do trabalho, fui dar uma mini voltita. Em casa não estava muito vento e por isso aventurei-me a ir, só que à medida que me aproximava do mar, o vento começou a soprar mais forte.
Fiz, por isso, alguns quilómetros num esforço acrescido pois tinha que pedalar contra o vento já que este não me empurrava por trás para facilitar a pedalada...
Foram apenas 25 Km mas soube bem...
Nos entretantos voltei a inscrever-me numa prova de BTT... Estava muito relutante em fazê-lo por causa da última (e única) prova a que fui este ano não ter corrido nada bem... E por isso fiquei para o fim, tenho um dorsal com um número enorme, acho que tal nunca me aconteceu, mas inscrevi-me então porque é perto de casa e porque já fiz esta prova duas vezes... 
Mas o que mais me levou a inscrever foi a positiva e linda palestra desportiva que o meu próprio filho me deu... É verdade... Do alto dos seus 8 anos disse-me aquilo que eu própria tantas vezes lhe digo aquando de jogos e competições do seu querido futebol... Acho que teve ainda o reforço de coisas também já ditas pelo pai, mas o que me espantou foi o facto de lhe sair tudo de seguida, na ponta da língua, e dito com um ar extremamente ponderado, calmo e apaziguador...
Enquanto o ouvia, olhando para ele quase incrédula, perguntava-me se o meu filho teria realmente 8 nos e eu 40... É que assim de repente parecia o contrário...
Então, diz-me o meu filho, o importante é participar e não desistir, e mesmo que eu seja a última tenho que pensar que fui e participei e que não desisti ou que fiquei em casa de braços cruzados... Que eu tenho que confiar mais em mim, não ligar a nada nem a ninguém, e ter calma, não me enervar com o percurso ou com a quantidade de participantes...
E eu continuava atónita a ouvir as suas palavras tão encorajadoras, ao mesmo tempo que o meu filho pousava as suas mãos em mim, nas minhas, como que a reconfortar-me.
Confesso que fiquei quase sem palavras e depois disso decidi então inscrever-me na tal prova que só decorre no próximo mês... Espero sinceramente que corra bem e que eu não me enerve como costuma acontecer... Vamos ver...

2 comentários:

Sol disse...

Eles é que sabem e só nos resta dar-lhes ouvidos :)

Gaja Maria disse...

Claro que vai correr bem e o teu filho tem toda a razão, guarda as palavras dele para quando estiveres a subir o monte na prova. Bjs