quinta-feira, 11 de junho de 2015

Do feriado...

Tinha planeado ir dar uma volta grande de bicicleta, logo de manhã. Era feriado, filhote tinha atividades dentro de sua atividade, e o pai iria levá-lo e buscá-lo. Afinal, são raras as oportunidades para poder dar voltas de mais quilómetros, que implicam mais horas a pedalar, como umas 4 horas, por exemplo...
Contudo, saímos todos de casa, passámos no supermercado e fomos deixar filhote no transporte para sua atividade e aqui começou o "drama"... Filhote que sempre vai e vem 'sozinho' de sua atividade, traduzindo, sem os pais, desta vez desatou numa choradeira que não queria ir 'sozinho'...
Estava uma neblina fresca, eu estava toda arrepiada com frio, afinal, estava de manga curta só para ir levar filhote e regressar a casa, o que acabou por não acontecer...
Fomos com filhote a sua atividade e, na verdade, soube (muito) bem... Afinal, acho que também estávamos a precisar de uma espécie de quebra nas nossas rotinas e assim acompanhámos e estivemos com o filhote...
Não me custou não ir pedalar, pensei que a minha família, e o meu filho principalmente, é mesmo o mais importante e que, se calhar, tenho andado freneticamente só a pensar na bicicleta e a pedalar e não tenho ido assim tanto assistir às suas atividades, ainda que seja uma mãe mais que presente... O pai também tem tido tantos compromissos que assim foi também uma forma de estarmos os três juntos...
Correu tudo bem, regressámos a casa e eu continuava com dúvidas sobre o facto de se iria pedalar, ou não...
Acabei por ir, estava um tempo cinzento com um vento fresco, com uma neblina estranha no ar e acabou por chuviscar. Contudo, fui num ritmo acelerado mas "toda vestida" que eu cá sou muito friorenta. Ainda assim, transpirei e fiz uma volta média de cerca de 40 Km.
Hoje... o regresso às rotinas...
Amanhã... acabam as aulas...
Passa tudo a correr...
E agora começam as festas de encerramento da Escola e das Atividades... Vamos nessa! Nessas correrias, queria eu dizer...
:D

1 comentário:

Gaja Maria disse...

Nem sempre o que queremos é a melhor opção. Uma atividade em família é sempre bom :)