terça-feira, 2 de junho de 2015

Ontem coloquei estas fotos no Facebook a propósito do Dia da Criança...

Mas rapidamente as retirei porque pensei que seriam um sinal de "fraqueza" minha ou algo muito lamechas ou que me estaria a expor muito, não sei...
Na verdade, agora também vim aqui para o blog fazer o mesmo mas parece que é diferente. Fica como memória futura e o registo é outro, não sei...
E vai daí que referi que tinha saudades da mão do meu filho deste tamanho (tinha 6 meses nesta foto...) e saudades da minha infância muito feliz e do meu pai, no fundo...
Ainda apareceram uns quantos 'likes' mas rapidamente retirei a colagem com as duas fotos...
Para já, comecei a chorar sozinha enquanto postava as fotos, e depois pensei que, realmente, há que seguir em frente, e que ao partilhar tudo isto, era como se fosse alguma espécie de... "coitadinha"... e eu não sou nada assim...
De qualquer forma, tenho mesmo saudades do meu filho bebé, ainda que tivesse ficado sem cérebro até aos seus 3 anos, porque parece que passou tudo muito depressa e porque não planeio ter mais bebés ainda que, nem sei porquê, ultimamente várias pessoas me falam no assunto. E a minha resposta agora é a de que estou velha para isso...
Quanto à minha infância feliz, tenho mesmo muitas saudades, tudo era perfeito, sem problemas ou angústias chatas de adulto. Vivia para estudar, brincar, sempre com o conforto na retaguarda do meu pai e da minha mãe... 
O meu pai já não está cá, a minha mãe está e ainda que às vezes demonstre ter um feitio tramado, é a minha mãe, nunca a "deixarei para trás" ou "de lado"...
O tempo passa realmente demasiado depressa...


A minha mão com a do filhote - abril de 2007 (filhote com 6 meses).
Eu de mão dada com o meu pai para aí em 1979/80, portanto, eu teria 5/6 anos...

6 comentários:

Carla Isabel disse...

:) Beijinho minha querida.

Sol disse...

Não és nenhuma coitadinha é uma saudosista e as saudades também fazem parte da nossa vida!

Pec disse...

A vida passa mesmo mesmo a correr

Gaja Maria disse...

Beijinhos :)

Nainho disse...

Ter saudades sentir .. é viver! Fodasse desculpa o portugues nortenho ..

mas de coitadinha não tens nada!

E se um filho te ia fazer a vida mais feliz se financeiramente é viável... só
és "velha" se a tua mentalidade for.. tens mais vitalidade agora do que nunca!!!

Faz o que queres e gostas porque um dia dás por ela que a vida passou ao lado!!

Tudo de bom!

Algures no Oeste disse...

PEC: Obrigada pela visita :-)

NAINHO: Pois é mas é preciso ter também disponibilidade mental para mais filhos e, de momento, não a tenho... :-)
Ora essa, compreendo perfeitamente as expressões nortenhas :D

GAJA MARIA, SOL e CARLA ISABEL: Um beijinho... :-)