terça-feira, 28 de julho de 2015

500 metros de boleia e muitas angústias depois...

Constatei em conversa com uma amiga que tem acontecido algo semi recorrente na minha vida, que é o facto de dar boleia a diversas pessoas, no sítio onde vivemos, porque tem uma subida íngreme até certo sítio, mais central, digamos assim...
Vou muitas vezes no carro, sozinha ou com o filhote, e abrando o carro para perguntar se tal pessoa quer boleia. Isto acontece principalmente com as velhotas mas também já calhou a vizinhos, pessoas que conheço do dia à dia, alguns até pais/mães de coleguinhas do filhote na Escola. Bom, o que eu quero dizer é que só faço isto a quem conheço e falo...
E agora apercebo-me de que durante aquele breve percurso, uma subida com cerca de 500/700 metros, as pessoas desatam a falar num desabafo sobre os seus problemas e angústias, que o meu carro parece tornar-se num consultório de Psicologia instantâneo... Naqueles breves minutos, todos os que entraram no meu carro para terem boleia naquela subida desabafam em como a vida não lhes corre bem, e eu, que às vezes também ando cheia de angústias, dou a volta e tento animar aquelas pessoas em breves incentivos e palavras de conforto...
Num destes dias, uma dessas pessoas até me disse que estava tão em baixo que ia até determinado sítio para beber uns copos...
Enfim... se calhar é melhor colocar um papel no carro a dizer que ali se pode desabafar à vontade e que se dão incentivos e se animam as pessoas...
E não é que eu gosto...
:-)

Sem comentários: